A Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou o dia 21 de março como o Dia Internacional das Florestas, em 2012. O dia visa aumentar a consciência sobre a importância de todos os tipos de florestas. Em cada Dia Internacional das Florestas, os países são incentivados a empreender esforços locais, nacionais e internacionais para organizar actividades que envolvam florestas e árvores, tais como campanhas de plantação de árvores. Em 2024, o tema é: Florestas e inovação: novas soluções para um mundo melhor. A luta contra a desflorestação exige novos avanços tecnológicos. Com 10 milhões de hectares perdidos anualmente devido à desflorestação e aproximadamente 70 milhões de hectares afectados por incêndios, as inovações tecnológicas são essenciais para: sistemas de alerta precoce, produção sustentável de produtos de base, capacitação dos povos autóctones, através da cartografia das terras e do acesso ao financiamento climático. Além disso, a recuperação de ecossistemas, incluindo os esforços de reflorestação, pode contribuir significativamente para a mitigação do clima e para aumentar a segurança alimentar, ao mesmo tempo que alarga que promove produtos de madeira sustentáveis.

Alusivo as comemorações deste dia a FRUTICAD realizou um conjunto de actividades no distrito de Balama, com destaque para a entrega de 100 mudas ao Conselho Autárquico da Vila de Balama, plantio de mudas de sombra ao longo da Vila Municipal e actividades lúdicas na Escola Básica de Ntete, onde decorreu a cerimónia oficial.

 IMG 9212

No âmbito do Programa “Programa de Investimento Sustentável e Emprego” aprovado pela União Europeia, em 2021, o consórcio de parceiros CESAL, FRUTICAD e ADEMO, está a implementar nos distritos de Ancuabe, Balama e Montepuez em Cabo Delgado, o projecto Apoio à redução da desigualdade social para crianças, jovens e pessoas com diversidade funcional, que tem como finalidade contribuir para a redução das desigualdades sociais e criar empregos sustentáveis em Cabo Delgado, através da promoção de educação (formação profissional e clubes ambientais), auto-emprego, gestão ambiental e inclusão social.

A FRUTICAD responsável pela implementação do resultado 1 (R1): Promover a difusão de informação e conhecimento legal e científico, o diálogo e a implementação de acções participativas sobre legislação (florestas, fauna bravia), boa governação da terra e dos recursos naturais, meio ambiente, mudanças climáticas, inclusão social e género, realizou actividades de restauração de espaços verdes através do plantio de 320 mudas de diferentes espécies fruteiras (laranjeira, mangueira, goiabeira, coração de boi e ateira)  nos distritos de Ancuabe (Salaue, Metoro, Mesa, Campine, Minhauene e Nanjua), Montepuez (Nicuapa, Ncoripo, Massingir, Mputo, Mapupulo) e Balama (Ntete, Muripa, Jamira, Tauane e Balama Sede) entre os dias 20 a 23 de fevereiro.

Importa ainda frisar que o plantio das arvores, foi feita com o apoio dos Clubes Ambientais Escolares, criados no âmbito do projecto.

IMG 9078 50

No âmbito do Programa “Programa de Investimento Sustentável e Emprego” aprovado pela União Europeia, em 2021, o consórcio de parceiros CESAL, FRUTICAD e ADEMO, está a implementar nos distritos de Ancuabe, Balama e Montepuez em Cabo Delgado, o projecto Apoio à redução da desigualdade social para crianças, jovens e pessoas com diversidade funcional, que tem como finalidade contribuir para a redução das desigualdades sociais e criar empregos sustentáveis em Cabo Delgado, através da promoção de educação (formação profissional e clubes ambientais), auto-emprego, gestão ambiental e inclusão social.

A FRUTICAD responsável pela implementação do resultado 1 (R1) (Promover a difusão de informação e conhecimento legal e científico, o diálogo e a implementação de acções participativas sobre legislação (florestas, fauna bravia), boa governação da terra e dos recursos naturais, meio ambiente, mudanças climáticas, inclusão social e género), realizou a entrega de dezasseis (16) televisores do tipo plasma, de trinta e duas polegadas (32”), igual número de pendrive (flash).

O material entregue, servirá de meio de pelo qual os membros dos CAE e demais alunos, poderão assistir a documentários e/ou vídeos sobre questões ambientais, servindo assim de um meio de aprendizagem sobre as boas praticas ambientais e uso sustentável dos recursos naturais nas comunidades, alertando para as causas e os efeitos das mudanças climáticas (MC) devido as praticas nocivas e prejudiciais para o meio ambiente e para o clima como as queimadas descontroladas, a desflorestamento, o mau uso e gestão do solo, e da agua.

Ao todo foram entregue, dezasseis (16) televisores e igual numero de pendrive contento vídeos, os material entregue foi para as EPC de: Campine, Minhauene, Salaue, Meza, Nanjua e Escola Comunitária de Metoro, no distrito de Ancuabe; No distrito de Montepuez foi para as EPC de: Nkoripo, Nicuapa, Mapupulo, Mputo e Massingir; e finalmente no distrito de Balama foi para EPC de: Tauane, Jamira, Ntete, Muripa e Balama-sede.

IMG 7455 24

IMG 3338 F   IMG 3343 F

Ocorreu no dia 04 de julho, a Assembleia Geral Extraordinária da Associação de Fruticultores e Horticultores de Cabo Delgado. Foi a primeira reunião deste ano e contou com a participação de 13 pessoas, dentre membros fundadores e ordinários.

A Assembleia Geral Extraordinária é realizada para reunir os representantes da associação, para que sejam tomadas medidas que contribuam para um melhor desenvolvimento da associação e do sector.

Luís Augusto, presidente do Conselho de Direcção da FRUTICAD, reforçou a importância do encontro. “Para que possamos conquistar resultados satisfatórios é necessário que haja uma participação activa dos membros, maior engajamento dos  jovens e sentimento de pertença no seio de todos, afirmou o presidente.

Durante a reunião, o presidente Luís Augusto tomou a palavra desejando em nome da Associação boas vindas a todos membros e em seguida realizou a apresentação do historial da FRUTICAD desde a sua criação, enaltecendo a participação financeira do CTA no finaciamento de todo o processo da publicação dos seus Estatutos no Boletim da República em 2016.

Deste a sua criação, a FRUTICAD tem implementado programas e projectos de desenvolvimento, capacaitações, consultorias, iniciativas voluntárias de apoio humanitário e de recuperação de meios de subsistências sustentáveis perdidos pelas mudanças sociais, económicas e ambientais que a Província enfrenta devido às mudanças climáticas e guerra de insurgência na zona Norte.

O ponto principal da apresentação do presidente, foi falar das conquistas da associação. Actualmente, a FRUTICAD dispõe de Estratégia de Advocacia, Plano Estratégico, Regulamento Interno, Estratégia e Plano de Comunicação, Género e Inclusão Social e Avaliação de Desenvolvimento Organizacional. Estas conquistas contribuem para o crescimento e progresso da associação.

Quanto às expectativas, a FRUTICAD tem como prioridade aumentar a qualidade e quantidade de serviços oferecidos, fortalecer e procurar novas parcerias com o sector privado especialmente com as empresas fornecedoras de insumos que possam dar descontos aos membros. Essas expectativas, também estão em volta do reforço no estabelecimento de novas parcerias nacionais e estrangeiras que apoiem o crescimento da fruticultura e de horticultura de forma económica e ambientalmente sustentável, assim como na promoção do engajamento activo e duradouro dos jovens.

Foram, também abordados assuntos ligados ao futuro, a sustentabilidade da associação e outras acções que possam criar alternativas de renda mesmo que não sejam da área agrícola.

IMG 1649F C    IMG 1587F C

A Equipe Técnica da FRUTICAD, efectuou na propriedade da MEDIMMO, entre os dias 20 e 21 de Abril à recolha de amostras de solo para avaliar o nível de fertilidade solo e, a partir dos resultados, fazer recomendações de correcções de solo a ter em conta, os fertilizantes a usar e o tipo de culturas a implantar.

As amostras foram retiradas em 9 áreas, nas profundidades de 0 a 20cm e de 20cm a 40cm, com o auxílio de uma pá e apoio dos colaboradores da MEDIMMO.  Em cada área homogênea seleccionada foram colectadas 10 sub-amostras, colocadas em um balde limpo e retirados 500 g para envio ao laboratório do IIAM em Nampula.

Segundo o Técnico de Campo,  Eng. Abdul Manafe, as amostras de solo foram recolhidas em diversas parcelas da propriedade da MEDIMMO a diferentes profundidades e servirão de base a vários ensaios que serão realizados no Laboratório de Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM).

IMG 1809F C

Os ensaios permitirão a determinação de macro e micro nutrientes e PH do solo. Os resultados obtidos, para além de possibilitarem conhecer as características das parcelas amostradas, serão posteriormente adicionados a uma base de dados visando o enriquecimento do conhecimento das carascteristicas dos solos da propriedade da MEDIMMO.

counterpartctausaid