IMG 3338 F   IMG 3343 F

Ocorreu no dia 04 de julho, a Assembleia Geral Extraordinária da Associação de Fruticultores e Horticultores de Cabo Delgado. Foi a primeira reunião deste ano e contou com a participação de 13 pessoas, dentre membros fundadores e ordinários.

A Assembleia Geral Extraordinária é realizada para reunir os representantes da associação, para que sejam tomadas medidas que contribuam para um melhor desenvolvimento da associação e do sector.

Luís Augusto, presidente do Conselho de Direcção da FRUTICAD, reforçou a importância do encontro. “Para que possamos conquistar resultados satisfatórios é necessário que haja uma participação activa dos membros, maior engajamento dos  jovens e sentimento de pertença no seio de todos, afirmou o presidente.

Durante a reunião, o presidente Luís Augusto tomou a palavra desejando em nome da Associação boas vindas a todos membros e em seguida realizou a apresentação do historial da FRUTICAD desde a sua criação, enaltecendo a participação financeira do CTA no finaciamento de todo o processo da publicação dos seus Estatutos no Boletim da República em 2016.

Deste a sua criação, a FRUTICAD tem implementado programas e projectos de desenvolvimento, capacaitações, consultorias, iniciativas voluntárias de apoio humanitário e de recuperação de meios de subsistências sustentáveis perdidos pelas mudanças sociais, económicas e ambientais que a Província enfrenta devido às mudanças climáticas e guerra de insurgência na zona Norte.

O ponto principal da apresentação do presidente, foi falar das conquistas da associação. Actualmente, a FRUTICAD dispõe de Estratégia de Advocacia, Plano Estratégico, Regulamento Interno, Estratégia e Plano de Comunicação, Género e Inclusão Social e Avaliação de Desenvolvimento Organizacional. Estas conquistas contribuem para o crescimento e progresso da associação.

Quanto às expectativas, a FRUTICAD tem como prioridade aumentar a qualidade e quantidade de serviços oferecidos, fortalecer e procurar novas parcerias com o sector privado especialmente com as empresas fornecedoras de insumos que possam dar descontos aos membros. Essas expectativas, também estão em volta do reforço no estabelecimento de novas parcerias nacionais e estrangeiras que apoiem o crescimento da fruticultura e de horticultura de forma económica e ambientalmente sustentável, assim como na promoção do engajamento activo e duradouro dos jovens.

Foram, também abordados assuntos ligados ao futuro, a sustentabilidade da associação e outras acções que possam criar alternativas de renda mesmo que não sejam da área agrícola.

IMG 1649F C    IMG 1587F C

A Equipe Técnica da FRUTICAD, efectuou na propriedade da MEDIMMO, entre os dias 20 e 21 de Abril à recolha de amostras de solo para avaliar o nível de fertilidade solo e, a partir dos resultados, fazer recomendações de correcções de solo a ter em conta, os fertilizantes a usar e o tipo de culturas a implantar.

As amostras foram retiradas em 9 áreas, nas profundidades de 0 a 20cm e de 20cm a 40cm, com o auxílio de uma pá e apoio dos colaboradores da MEDIMMO.  Em cada área homogênea seleccionada foram colectadas 10 sub-amostras, colocadas em um balde limpo e retirados 500 g para envio ao laboratório do IIAM em Nampula.

Segundo o Técnico de Campo,  Eng. Abdul Manafe, as amostras de solo foram recolhidas em diversas parcelas da propriedade da MEDIMMO a diferentes profundidades e servirão de base a vários ensaios que serão realizados no Laboratório de Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM).

IMG 1809F C

Os ensaios permitirão a determinação de macro e micro nutrientes e PH do solo. Os resultados obtidos, para além de possibilitarem conhecer as características das parcelas amostradas, serão posteriormente adicionados a uma base de dados visando o enriquecimento do conhecimento das carascteristicas dos solos da propriedade da MEDIMMO.

IMG 3269F C

No contexto do lançamento do Projecto MAISPEMBA, que teve entre vários objectivos, promover o desenvolvimento Urbano, Integrado, Sustentável e Inclusivo das cidades, a FRUTICAD fez na manhã de quarta-feira (23) a apresentação do tema A Compostagem é economicamente viável em Moçambique?  Onde, partilhou a sua experiência em relação à actividade de compostagem desenvolvida pelos 21 beneficiários e empreendedores de Mahate e Muxara, no âmbito do programa Mecanismo de Recuperação de Moçambique, promovido pela PNUD.

Financiado pela União Europeia, o workshop foi dirigido aos parceiros e membros dos Municípios de Pemba, Quelimane, Mandhlakazi, Maputo, Municípios de Milão e de Reggio Emília, Embaixadores da Itália, delegação da União Europeia em Moçambique, individualidades locais e nacionais e organizações da Sociedade Civil (OSC) em parceria com a Fundação E+35.

O Presidente do Conselho Municipal de Pemba, Florete Simba Motarua procedeu com a cerimónia de abertura, tendo orientado a todos para que se busque soluções sustentáveis para a problemática dos resíduos sólidos de forma a promover o desenvolvimento local.

IMG 3301F1 C

A relação entre Pemba e Reggio Emilia vem desde 1970 e continua ainda hoje com novas colaborações e uma diversificação dos objectivos: desenvolvimento económico, apoio ao desenvolvimento rural e a agricultura, planejamento urbano, promoção cultural, turismo sustentável e a educação de qualidade para todos.

 IMG 2523F     IMG 2783 C

A Solidariedade Internacional a Moçambique – SIM em coordenação com a FRUTICAD, no âmbito da parceria com um grupo de empresários nomeadamente Grupo Osman Yacob e Sethy Lda, realizaram no sábado (19), a entrega de 1000 kits de dignidade para a população refugiada no Centro de Reassentamento de Marocane, no distrito de Ancuabe, em Cabo Delgado. Com esta acção, a SIM pretendia, entre vários objectivos, ajudar a garantir um mínimo de higiene e conforto numa situação desesperada.

Actualmente, vivem neste centro 950 famílias registadas (5.784 habitantes: 1.844 homens e  2.814 mulheres e  1.126 crianças) e recém chegadas dos distritos sob ataques armados no norte da província.

Os kits de dignidade eram compostos por Capulana, Balde, Esteira e Sabão. Durante a entrega, foram também distribuídos a 230 crianças, brindes compostos por bolachas, chupa-chupas, nik-naks e sumos.

IMG 2365 C  IMG 2432 C IMG 2156 C

Fátima Ali, uma das beneficiárias da entrega, agradeceu pelo gesto. “estou muito feliz por receber este kit, tudo o que recebi será útil para mim e minha família. Viemos de longe, onde fomos obrigados a abandonar os nossos pertences. Só quero agradecer por este apoio, essas esteiras vão servir de camas para os que continuam a chegar”, disse.

“Estamos muito felizes por abraçar a iniciativa da SIM e com a possibilidade de ajudar as famílias, que estão muito gratas em receber os kits”, disse a Vice-presidente da FRUTICAD, Engª Antonieta Ferrão
Esta acção contou com o apoio financeiro da Câmara Municipal de Cascais (que doou 5 mil euros) e de um grupo de amigos portugueses solidários, os quais contribuíram com os 3 mil euros adicionais necessários para a aquisição de um total de 1.000 kits. E, localmente estiverem envolvidos o governo distrital, chefe do posto, líder da aldeia, polícia comunitária e jovens voluntários que abraçaram esta iniciativa.

FC   IMG 3150FC

      

IMG 1084 C

Como forma de apoiar a iniciativa promovida pelo Conselho Empresarial Provincial de Cabo Delgado (CEP), a FRUTICAD realizou no dia 24 de Março, a entrega de 100 mudas de árvores frutíferas e de outras espécies ao Centro de Reassentamento de Ntocota, na localidade de Nanlia, no distrito de Metuge, que abriga mais de 2000 deslocados, vitimas dos ataques terroristas.

A acção tem como objectivo incentivar a comunidade de Ntocota a realizar o plantio de árvores, valorizando e ajudando o meio ambiente e possibilitar aquisição de mudas, tanto para uso doméstico quanto comercial.

Foram entregues aos moradores de 10 casas, para igual número de kits de mudas compostos por bananeiras, mangueiras, moringueiras, acacieiras e ateiras. Além das doações, os técnicos deram orientação aos moradores sobre o plantio e o cultivo de hortas caseiras.

 IMG 1095 C    IMG 1055 C

Para Engª. Maria Antonieta Ferrão, Vice-presidente do Conselho de Direcção e Responsável pela acção, esta entrega é sustentada pela missão da FRUTICAD que é promover e praticar actos que contribuam para o desenvolvimento do sector agrário como forma viável e sustentável de promoção da riqueza e de desenvolvimento sócio-economico.

esperamos continuar a apoiar o centro de reassentamento de Ntocota, com mais mudas, assim teremos mais árvores plantadas, preservando a nossa natureza e melhorando a dieta nutricional da comunidade”, enfatizou.

Conforme a Engª. Antonieta, de Janeiro à Março, foram entregues cerca de 27 960 mudas, seleccionadas e distribuídas de acordo com as necessidades de cada grupo alvo.

O Conselho Empresarial Provincial de Cabo Delgado (CEP), arrancou no ano passado com a construção de 10 casas de baixo custo, mais resilientes e para pessoas mais vulneráveis, nomeadamente idosas e portadoras de deficiência. O CEP assegura que continuará ajuntar recursos para construção de mais casas.

 

IMG 1019 C

 

counterpartctausaid